Paulo Moreira Escritor

Como criar um blog apenas com o celular sem baixar nada

J√° h√° um tempo eu venho me decepcionando com o Medium, que ainda se diz uma plataforma que privilegia uma boa leitura.

Bom, √© verdade que a leitura l√° √© simples, sem distra√ß√Ķes, com √≥timos textos. Mas nossos dados est√£o sendo "doados" constantemente √†s megacorpora√ß√Ķes (veja a quantidade de coisas que o adblock bloqueia), as imagens n√£o carregam mais t√£o rapidamente, e eu preciso baixar um app para escrever no celular (eu escrevo apenas no computador, porque n√£o gosto de baixar coisas com poucas fun√ß√Ķes). Al√©m disso, h√° os malditos algoritmos que infestaram a internet, que no Medium s√≥ recomendam textos em ingl√™s e pagos.

Isso me irritava (irrita), tanto que criei um blogspot, numa busca desesperada pela independ√™ncia. Mas o blogspot tamb√©m tem seus problemas. Pertence ao Google, o formato de postagens √© em feed, uma linha do tempo que odeio na internet, pois me faz perder os melhores artigos, e eu... bom, n√£o sou muito bom em quest√£o de layouts, fonte de letras, essas coisas. Sou indeciso pra caramba. Se houver duas ma√ß√£s em minha fruteira, eu perco tempo comparando as duas nos m√≠nimos detalhes. Em resumo, o blogspot n√£o me motiva a escrever. √Č distra√ß√£o pura.

Aí eu fui atrás de plataformas mais simples. Wordpress? Nope, tenho que criar uma conta e tem códigos. GoogleSites? Cai fora. Os tentáculos do Google estão em todo lugar. Um site wiki no estilo jardim digital? Eu gostei da proposta, mas não tenho paciência pra fazer.

Eu queria algo simples. Onde eu s√≥ colocasse o texto e voil√†... Ele estaria dispon√≠vel nesse mar revolto da internet pra eu compartilhar com algu√©m. Eu n√£o queria dificuldades, distra√ß√Ķes, pop-ups saltando na minha tela como um jump scare barato. Eu s√≥ queria escrever.

A√≠ achei essas tr√™s plataformas, independentes das megacorpora√ß√Ķes. Todas livres, minimalistas, sem algoritmos (ou quase sem), com carregamento r√°pido e que podem ser usadas tanto pelo computador quanto pelo celular. Essa n√£o √© uma recomenda√ß√£o. √Č mais uma lista mesmo pra voc√™ conhecer e se gostar, usar e/ou apoiar.

txti.es

txti √© uma plataforma simples, como todas as que listei aqui, cujo foco √© velocidade. N√£o importa se voc√™ abrir a p√°gina no computador ou no celular, se sua internet √© uma tartaruga paral√≠tica, tudo carregar√° rapidamente, da mesma forma, e sem distra√ß√Ķes.

O próprio txti se define assim:

Txti √© uma p√°gina da web r√°pida para todos. A maior parte do mundo ainda n√£o tem internet, mas muitos sites de pa√≠ses como os Estados Unidos s√£o grandes e complicados. Isso torna dif√≠cil para pessoas com Internet lenta usarem esses sites. √Č ainda mais dif√≠cil para essas pessoas colocarem seus pr√≥prios pensamentos na internet. Com o txti, qualquer pessoa pode usar qualquer dispositivo para compartilhar sua hist√≥ria.

Txti foi criado por Barry T. Smith, que acredita que uma internet ultra rápida é uma responsabilidade, e não um serviço que as pessoas têm de comprar.

Como usar

N√£o √© preciso criar uma conta ou inserir e-mail. Nada mesmo. Acesse o site e escreva. S√≥ isso. √Č estranho, n√£o √©? Para formatar o texto, use Markdown. Eu explicarei o quanto o markdown √© simples no final desse texto. N√£o se assuste.

Ao clicar em Show more options, você poderá alterar o link, adicionar o título e a descrição da postagem. E em Save and done, você terminará a edição e publicará a postagem.

A partir da√≠, o txti te mostrar√° tr√™s coisas essenciais: o link para a postagem, o link para voc√™ editar/excluir a postagem, e o c√≥digo que voc√™ precisar√° inserir quando editar a postagem. Copie e cole tudo isso em algum canto confi√°vel, ou insira seu e-mail para o txti te enviar essas informa√ß√Ķes.

Em outras palavras, você não precisa criar nenhuma conta nem ter e-mail para usar o txti.

Mas h√° desvantagens, como tudo no mundo. Ap√≥s seis meses, o txti exclui automaticamente todas as p√°ginas que n√£o foram vistas mais de duas vezes (isso n√£o √© bem uma desvantagem caso voc√™ se esque√ßa de ter postado algo l√°). Ele s√≥ cria uma p√°gina e n√£o um conjunto de p√°ginas, por isso n√£o √© bom cham√°-lo de blog, a menos que voc√™ consiga fazer com que se pare√ßa. N√£o tem rss nem newsletter, nem se√ß√£o para coment√°rios e curtidas. Voc√™ tamb√©m n√£o pode saber nem ver os dados de quem acessou. √Č mais ou menos como um aplicativo de notas comum que voc√™ pode compartilhar.

Uma recomendação: que tal substituir o linktree de sua conta do instagram pelo txti?

Bearblog.dev

O bearblog foi criado e é e mantido por Herman que se considera um jardineiro. Segundo ele próprio, o bearblog é:

Uma plataforma de blog super-r√°pida, objetiva e com prioridade para a privacidade. Sem rastreadores, sem javascript, sem folhas de estilo. Apenas suas palavras.

√Č o que o Medium queria ser (ou faz propaganda de que √©). Eu gostei tanto que eu criei uma conta l√° tamb√©m, o Paulo Moreira blog, onde publico os cap√≠tulos gratuitos de meus livros, que s√£o longos, ou seja, mais tempo dispon√≠vel pro Medium/Google ficar roubando os dados de meus leitores e torrar a bateria do celular. No bearblog, valoriza-se a leitura minimalista. E √© o mais bonitinho desta lista.

Como usar

√Č preciso ter e-mail, essa √© uma das suas desvantagens. Voc√™ cria sua conta e pode usar a plataforma. Novamente, para formatar seus posts √© preciso usar markdown. √Č poss√≠vel adicionar p√°ginas no topo do blog, e essa √© a fun√ß√£o que mais gosto. Ele disponibiliza RSS feed que funciona bem ou inscri√ß√£o via e-mail (newsletter), mas esta √ļltima apenas para os clientes que pagam. √Č poss√≠vel excluir conta.

Suas desvantagens: N√£o h√° se√ß√£o para coment√°rios, mas h√° para curtidas, o toast, que n√£o precisa logar para curtir. N√£o √© totalmente livre de algoritmos, ele tem um pr√≥prio que usa para recomenda√ß√Ķes. Voc√™ pode conferir a f√≥rmula desse algoritmo aqui.

Ainda, voc√™ s√≥ pode inserir imagens que est√£o dispon√≠veis online, n√£o √© poss√≠vel carregar diretamente do computador. Voc√™ s√≥ v√™ o n√ļmero de visitantes, n√£o de onde vieram, nem quem s√£o ou como vieram, e outros dados dos leitores (pelo menos na forma livre. Na forma paga, algo mais √© disponibilizado).

Mataroa.blog

O Mataroa segue os mesmos princ√≠pios do Bearblog. √Č uma plataforma minimalista com foco apenas na escrita, sem an√ļncios e n√£o requer e-mail para criar conta.

Como usar

Voc√™ pode conferir um exemplo de blog mataroa clicando aqui. Mais uma vez, para editar seu texto, use markdown. N√£o √© preciso uma conta de e-mail para se cadastrar, mas √© recomend√°vel para que voc√™ receba atualiza√ß√Ķes sobre a plataforma. Os posts s√£o mostrados cronologicamente (formato de feed). Voc√™ tamb√©m pode criar p√°ginas como no Bearblog, por√©m no Mataroa elas ficam em baixo da p√°gina e n√£o em cima.

Al√©m disso, todo o conte√ļdo do site pode ser baixado a qualquer momento em diferentes formatos caso voc√™ queira migr√°-lo para outra plataforma. E voc√™ pode adicionar imagens do seu computador/celular e n√£o apenas da internet. √Č poss√≠vel excluir conta.

As grandes vantagens do Mataroa s√£o: a disponibliza√ß√£o de RSS e newsletter gratuitas e coment√°rios an√īnimos. Isso mesmo, voc√™ pode ativar uma barra de coment√°rios no fim de seus posts. Seu leitor pode us√°-la anonimamente (deixando a se√ß√£o de autor em branco) ou se identificar. Ele tamb√©m pode inserir um e-mail caso para ser notificado e acompanhar os coment√°rios. E se voc√™ √© premium, 5% do lucro do Mataroa √© direcionado √† projetos de remo√ß√£o de CO2 da atmosfera. Isso a√≠, ele √© ecol√≥gico!

Suas desvantagens: Embora tenha mais fun√ß√Ķes, o Mataroa e mais feinho que o Bearblog e as postagens s√£o disponiblizadas em feed. A newsletter parece n√£o funcionar t√£o bem, recomendo um leitor de feed RSS para acompanhar melhor as postagens. Voc√™ pode conferir quem se inscreveu em analytics. E n√£o h√° um discovery feed para descobrir novos blogs.

E o que diabos é o Markdown que todas essas plataformas utilizam?

Calma! Eu disse que falaria sobre ele. Segundo a Wikipedia:

√Č uma linguagem simples de marca√ß√£o originalmente criada por John Gruber e Aaron Swartz. Markdown converte seu texto em um HTML v√°lido √© frequentemente usado para formatar arquivos README, para escrever mensagens em f√≥runs de discuss√£o online e para criar rich text usando um editor de texto simples.

Resumindo, são aqueles códigos que você usa no Whatsapp ou Telegram pra deixar o texto em negrito, itálico, sublinhado etc. E por causa deles, o txti, o Bearblog e o Mataroa são tão fáceis de usar.

Aqui vai um resumo dos principais códigos que uso com bastante frequência no bearblog e serve para todos os outros:

Novo par√°grafo: deixe uma linha em branco

Texto em it√°lico: palavra (asteriscopalavraasterisco)

Texto em negrito: palavra (asteriscoasteriscopalavrarasteriscoasterisco)

Título maior:

palavra

(hashtag palavra)

Título menor:

palavra

(hashtaghashtag palavra)

Título menor ainda:

palavra

(hashtaghashtaghashtag palavra) e assim por diante

Quebra de p√°gina: *** (asteriscoasteriscosasterisco)

Lista numerada:

(1pontoespaço

2pontoespaço

3pontoespaço)

Lista n√£o numerada:

(hífenespaço

hífenespaço

hífenespaço)

Citação:

Estradas sempre em frente v√£o. (Bolseiro, B.)

(Maiorque espaçotexto)

Link: [palavradolink](link com http://)

Imagem: ![título ou descrição da imagem](link para a imagem)

Todos os códigos podem ser conferidos clicando aqui.

Agora voc√™ sabe como escapar das grandes corpora√ß√Ķes.

#digital

- 1 toast