Paulo Moreira Escritor

Escuta

Senta ao meu lado e escuta. O mundo está cheio de histórias tristes e tediosas, você sabe. Ainda assim, escuta.

Os goles desesperados do Gabriel a cada bebida. O ranger da porta da Melissa se abrindo na madrugada. Os soluços da Aninha escondidos no banheiro. Escuta.

Os homens de preto do Rodrigo que sussurram nas janelas dos edifícios. O fantasma da Clarice que choraminga em toda poça de chuva. O elefante da Gabriela que zomba dela no espelho. Escuta.

Ontem o Francisco chorou no colo de um mendigo. Ontem o coração do Valdemir parou três vezes em três ônibus. Ontem a Larissa comprou mais casacos.

Amanhã vai ter gente demais na apresentação do Carlinhos. Amanhã vai ter gritos demais na aula da tia Sandra. Amanhã o Alfredo vai correr demais no volante. E o pobre Santiago se afogará em seus sonhos.

Escuta! Escuta mesmo!

O pedido que não saiu da garganta do Maicon. O avião que faz o Enzo correr pra debaixo da mesa. Os dez áudios da vó Luzia dizendo que vai comprar pão pro café, toda tarde. A gargalhada inspiradora da Iara no dia 1. O grito desolador da mesma Iara no dia 2. Os dedos do inquieto Sam no joystick às três da manhã. Os dedos da incansável Melissa no PC às três da manhã.

O mundo está cheio de histórias tristes e tediosas, você sabe. Ainda assim, escuta. Nunca deixe de escutar.


Texto elaborado no dia 10 de outubro de 2021, Dia Mundial da Saúde Mental.

Publicado primeiro no Medium.

#poema

- 1 toast